A Esteatose Hepática ou Doença Gordurosa Hepática é o acúmulo de gordura no fígado.

esteatose hepatica

Existe a doença hepática gordurosa alcoólica, causada pela ingestão excessiva de álcool e doença hepática gordurosa NÃO-alcoólica. Neste artigo, vou falar um pouco da doença gordurosa não-alcoólica.

Ainda não se tem uma causa específica para a doença, mas existe uma forte associação com obesidade, diabetes e alterações no metabolismo. O acúmulo de gordura provoca inflamação crônica no fígado e pode levar à cirrose hepática (falência do fígado).

Geralmente a doença é silenciosa, ou seja, não causa sintomas. Assim, costuma ser detectada através de exames de imagem (ultrassom do abdome ou ressonância do abdome). O exame apresenta a descrição de esteatose hepática.

Em quadros mais graves, podem ocorrer alterações nos exames de sangue relacionados ao fígado (ferritina, TGO, TGP, GGT, Fosfatase Alcalina).

Quais são as pessoas em risco de desenvolverem a doença?

  • Com sobrepeso ou obesidde

  • Com diagnóstico de Diabetes ou pré-Diabetes

  • Com Síndrome Metabólica (ver @dra.karinamonteiro)

  • Que não praticam exercício físico (sedentarismo)

A esteatose hepática, quando não tratada é uma doença progressiva, podendo evoluir, ao longo dos anos para estágios mais avançados:

  • Esteatose hepática:

    Apenas há o acúmulo de gordura (visto na ecografia), sem inflamação na biópsia ou alteração nos exames de sangue (TGO, TGP, GGT, ferritina)

  • Esteatohepatíte não-alcóolica:

       O Fígado já se encontra inflamado (alteração na biópsia hepática e nos exames de sangue)

  • Cirrose Hepática:

    Neste caso, o fígado já apresenta fibrose (cicatriz) e alteração nos exames de função (provas de coagulação, albumina, bilirrubinas) e podem ocorrer os problemas da cirrose (sangramentos, acúmulo de água na barriga, desnutrição, “amarelão”, etc).

  • Câncer de Fígado (hepatocarcinoma):

    Esta é a fase final da doença, geralmente ocorre como consequência da cirrose.

Para o tratamento, existem alguns medicamentos disponíveis, mas objetivo principal e mais eficaz é de mudança no estilo de vida:

  • Perder Peso (PRINCIPAL);

  • Praticar exercícios regularmente;

  • Controlar os níveis de colesterol e açúcar no sangue;

  • Imunização contra hepatite A e B;

  • Evitar consumo excessivo de álcool;

Se você tem esteatose hepática, não deixe o tratamento para depois. Procure um especialista e inicie mudanças nos seus hábitos de vida.

A Esteatose Hepática ou Doença Gordurosa Hepática é o acúmulo de gordura no fígado.

esteatose hepatica

Existe a doença hepática gordurosa alcoólica, causada pela ingestão excessiva de álcool e doença hepática gordurosa NÃO-alcoólica. Neste artigo, vou falar um pouco da doença gordurosa não-alcoólica.

Ainda não se tem uma causa específica para a doença, mas existe uma forte associação com obesidade, diabetes e alterações no metabolismo. O acúmulo de gordura provoca inflamação crônica no fígado e pode levar à cirrose hepática (falência do fígado).

Geralmente a doença é silenciosa, ou seja, não causa sintomas. Assim, costuma ser detectada através de exames de imagem (ultrassom do abdome ou ressonância do abdome). O exame apresenta a descrição de esteatose hepática.

Em quadros mais graves, podem ocorrer alterações nos exames de sangue relacionados ao fígado (ferritina, TGO, TGP, GGT, Fosfatase Alcalina).

Quais são as pessoas em risco de desenvolverem a doença?

  • Com sobrepeso ou obesidde

  • Com diagnóstico de Diabetes ou pré-Diabetes

  • Com Síndrome Metabólica (ver @dra.karinamonteiro)

  • Que não praticam exercício físico (sedentarismo)

A esteatose hepática, quando não tratada é uma doença progressiva, podendo evoluir, ao longo dos anos para estágios mais avançados:

  • Esteatose hepática:

    Apenas há o acúmulo de gordura (visto na ecografia), sem inflamação na biópsia ou alteração nos exames de sangue (TGO, TGP, GGT, ferritina)

  • Esteatohepatíte não-alcóolica:

       O Fígado já se encontra inflamado (alteração na biópsia hepática e nos exames de sangue)

  • Cirrose Hepática:

    Neste caso, o fígado já apresenta fibrose (cicatriz) e alteração nos exames de função (provas de coagulação, albumina, bilirrubinas) e podem ocorrer os problemas da cirrose (sangramentos, acúmulo de água na barriga, desnutrição, “amarelão”, etc).

  • Câncer de Fígado (hepatocarcinoma):

    Esta é a fase final da doença, geralmente ocorre como consequência da cirrose.

Para o tratamento, existem alguns medicamentos disponíveis, mas objetivo principal e mais eficaz é de mudança no estilo de vida:

  • Perder Peso (PRINCIPAL);

  • Praticar exercícios regularmente;

  • Controlar os níveis de colesterol e açúcar no sangue;

  • Imunização contra hepatite A e B;

  • Evitar consumo excessivo de álcool;

Se você tem esteatose hepática, não deixe o tratamento para depois. Procure um especialista e inicie mudanças nos seus hábitos de vida.

ARTIGOS

Mais Artigos

ARTIGOS

Mais Artigos

Pré-agendamento 24hs pelo formulário abaixo Telefones: (48)98465-9359 | agendar consulta whatsapp 30 Agende pelo whatsapp – clique aqui

    Nome:

    Telefone:

    E-mail:

    .

    Somente Particular

    Pré-agendamento 24hs pelo formulário abaixo agendar consulta whatsapp 30 Agende pelo whatsapp – clique aqui Somente Particular

      Nome:

      Telefone:

      E-mail:

      .

      LOCALIZAÇÃO

      CENTRO MÉDICO EDUARDO FRAGA Rua São Jorge, 243 – Centro, Florianópolis/SC.

      whatsapp 30(48)98465-9359 Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª de 8 às 18hs – Localização no mapaendocrinologista florianopolis - localizacao

      melhor endocrinologista de florianópolis
      melhor endocrinologista de florianopolis

      LOCALIZAÇÃO E CONTATO

      endocrinologista em florianópolis SC

      CENTRO MÉDICO EDUARDO FRAGA Rua São Jorge, 243 – Centro, Florianópolis – SC.

      Telefone/Whatsapp | endocrino floripa(48)98465-9359 Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª de 8 às 18hs – Localização no mapaendocrinologista florianopolis - localizacao