reposição feminina

Mulheres com disfunção do desejo sexual hipoativo (HSDD) após a menopausa podem se beneficiar do uso de testosterona, de acordo com o novo consenso sobre o papel do tratamento com testosterona em mulheres, que, por outro lado, destaca a falta de evidências sobre o uso da testosterona pelas mulheres antes da menopausa.

O novo consenso publicado simultaneamente por quatro Jornais Médicos: the Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, Climacteric, Maturitas, e the Journal of Sexual Medicine, mostrou que as mulheres que receberam o hormônio, apresentaram melhora em toda a gama de avaliações da função sexual versus placebo ou tratamentos hormonais alternativos, em termos do desejo sexual, excitação, orgasmo, prazer e frequência das relações sexuais.

Embora a testosterona não pareça ter tido nenhum efeito na pressão arterial, na saúde mamária e nos níveis de glicemia ou de insulina, nem em termos de eventos adversos graves, o número de mulheres participantes foi pequeno demais para permitir conclusões definitivas sobre as contra-indicações ao tratamento.

Os pesquisadores também destacaram o fato de as apresentações de testosterona serem projetadas apenas para os homens. A ausência de qualquer apresentação de testosterona indicada especificamente para as mulheres, em qualquer país, é uma barreira ao tratamento.

O HSDD ocorre em 32% das mulheres na meia idade, mas, até o momento, os estudos comprovam o benefício da testosterona apenas nas mulheres pós-menopausa.

reposição feminina

Mulheres com disfunção do desejo sexual hipoativo (HSDD) após a menopausa podem se beneficiar do uso de testosterona, de acordo com o novo consenso sobre o papel do tratamento com testosterona em mulheres, que, por outro lado, destaca a falta de evidências sobre o uso da testosterona pelas mulheres antes da menopausa.

O novo consenso publicado simultaneamente por quatro Jornais Médicos: the Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, Climacteric, Maturitas, e the Journal of Sexual Medicine, mostrou que as mulheres que receberam o hormônio, apresentaram melhora em toda a gama de avaliações da função sexual versus placebo ou tratamentos hormonais alternativos, em termos do desejo sexual, excitação, orgasmo, prazer e frequência das relações sexuais.

Embora a testosterona não pareça ter tido nenhum efeito na pressão arterial, na saúde mamária e nos níveis de glicemia ou de insulina, nem em termos de eventos adversos graves, o número de mulheres participantes foi pequeno demais para permitir conclusões definitivas sobre as contra-indicações ao tratamento.

Os pesquisadores também destacaram o fato de as apresentações de testosterona serem projetadas apenas para os homens. A ausência de qualquer apresentação de testosterona indicada especificamente para as mulheres, em qualquer país, é uma barreira ao tratamento.

O HSDD ocorre em 32% das mulheres na meia idade, mas, até o momento, os estudos comprovam o benefício da testosterona apenas nas mulheres pós-menopausa.

ARTIGOS

Mais Artigos

ARTIGOS

Mais Artigos

Pré-agendamento 24hs pelo formulário abaixo agendar consulta whatsapp 30 Agende pelo whatsapp – clique aqui Somente Particular

Nome:

Telefone:

E-mail:

.

Pré-agendamento 24hs pelo formulário abaixo Telefones: (48)98465-9359 | agendar consulta whatsapp 30 Agende pelo whatsapp – clique aqui

Nome:

Telefone:

E-mail:

.

Somente Particular

LOCALIZAÇÃO E CONTATO

endocrinologista em florianópolis SC

CENTRO MÉDICO EDUARDO FRAGA Rua São Jorge, 243 – Centro, Florianópolis – SC.

Telefone/Whatsapp | endocrino floripa(48)98465-9359 Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª de 8 às 18hs – Localização no mapaendocrinologista florianopolis - localizacao

LOCALIZAÇÃO

CENTRO MÉDICO EDUARDO FRAGA Rua São Jorge, 243 – Centro, Florianópolis/SC.

whatsapp 30(48)98465-9359 Horário de Funcionamento: 2ª a 6ª de 8 às 18hs – Localização no mapaendocrinologista florianopolis - localizacao

melhor endocrinologista de florianópolis
melhor endocrinologista de florianopolis